Renda extra para estudante: saiba como ganhar dinheiro online

Vender online estudante UFV Viçosa
5 minutos para ler

Sabemos que a vida financeira de um estudante pode ser bem difícil. Mesmo que sustentado pelos pais, os recursos em muitos casos ainda são limitados, o que os levam a buscar formas alternativas para aumentar sua renda.

Entretanto, trabalhar e estudar não é uma tarefa fácil. O tempo precisa ser dividido entre as aulas, as atividades extras, mais o tempo dedicado ao trabalho. Essa rotina pode deixar qualquer pessoa fisicamente e mentalmente desconfortável.

Por isso, adotar boas práticas para conseguir ganhar uma renda extra conciliando com os estudos se fazem importantes. É preciso, por exemplo, analisar bem as propostas disponíveis e fazer um eficiente gerenciamento de tempo.

Para te ajudar nessa missão, neste artigo, separamos algumas dicas que podem ser um guia para você que busca uma grana extra.

Acompanhe a leitura!

Oportunidades do e-commerce

Vender pela internet é uma ótima alternativa para quem busca uma renda extra, ou independência financeira. Isso porque o e-commerce reduz custos com aluguéis, entre outras contas, além de existirem diversas ferramentas gratuitas que auxiliam no processo permitindo mais flexibilidade ao estudante.

O mercado digital possui muitos nichos, o que abre possibilidades para vender, basicamente, qualquer produto ou serviço, e alcançar o público-alvo. Um estudo feito pelo Sebrae aponta que existem mais de 50 nichos que o varejo online pode explorar.

Em 2020, para termos uma ideia, o e-commerce cresceu 41%, registrando a maior alta em 13 anos. E este ritmo continua. O primeiro trimestre de 2021 já superou o mesmo período do ano anterior chegando em 57,4% de expansão.

Com este terreno fértil, as vendas podem ser feitas em vários canais. Por exemplo, por uma loja virtual, pelas redes sociais, grupos de WhatsApp e canais digitais, e via marketplaces.

Basta definir o que será vendido e qual canal oferece mais possibilidade de alcance e de atingir os potenciais clientes. 

O que vender pela internet?

Definir o produto ou serviço que será oferecido é o passo inicial, e de longe, o mais importante. Afinal, é aqui que você entende o que pode ser ofertado pensando no custo-benefício e no impacto que isso teria na sua rotina de estudos.

Como mencionamos anteriormente, o e-commerce possibilita que vários produtos sejam comercializados. Vemos ser vendidos cursos, serviços de consultoria, artesanatos, e, por que não, revender produtos de marcas famosas?

#1. Cursos online

Como estudantes e futuros profissionais de áreas cheias de conhecimento, vender cursos online, aulas, seminários e webinars é uma prática que tem ficado cada vez mais comum, principalmente, com a pandemia.

A busca por capacitações, em 2021, teve um crescimento de 60%, só no primeiro semestre. Além da alta procura, a praticidade do setor o deixa ainda mais atraente. 

Por uma webcam e uma apresentação multimídia já é possível começar um curso de diversas áreas. Os cursos podem ser de culinária, fotografia, maquiagem, aulas para o ENEM. As opções são muitas, e com elas, a disponibilidade de plataformas para hospedar e distribuir também.

As plataformas mais famosas são: SambaTech, Udemy, EAD Box, Hotmart, EAD Plataforma, Coursera, entre outras.

#02. Artesanatos e itens de decoração

Se você tem ideias criativas, coloque-as na mesa, pois o mercado digital é um bom espaço para começar a vender suas artes e miçangas, sem piada!

Estes itens de decoração ganharam mais visibilidade e seu faturamento aumentou no e-commerce. Em 2020, as vendas já chegaram a 28% em relação ao ano anterior. A procura por itens de cozinha aumentou 272%.

Este é um nicho bem peculiar, e por isso, quanto mais customizado e personalizado os produtos são, mais chances de se destacar e garantir as vendas.

#03. Moda e beleza

Moda masculina, feminina, infantil, brechó, cosméticos, são alguns dos itens que você pode investir para vender online. Esta característica do setor o torna dinâmico, e o deixa mais atraente.

Na pandemia, o setor teve uma queda nas vendas, mas já está voltando com tudo. O Google lançou uma pesquisa que relata que 3 a cada 4 pessoas compram itens de moda e beleza pela internet.

Além disso, a pesquisa registrou um aumento de 284% nas buscas por “provador virtual” em seu navegador, um bom indicativo do interesse por itens deste segmento.

Outro ponto positivo para o setor é a possibilidade de revenda de produtos consignados. Isso significa que a mercadoria que não foi vendida pode ser devolvida ao fornecedor, o que diminui o custo de investimento inicial.

Vale ressaltar que para ganhar dinheiro online, os produtos precisam ter qualidade, além de claro, compreender como funciona o nicho de mercado e as plataformas digitais.

Ademais, para vender alguns itens, é preciso verificar a legislação específica para cada um. Lembre também de escolher algo que não vá te sobrecarregar e atrapalhar seus estudos.

Quer mais dicas como essas? Siga-nos no Facebook, no Instagram e no YouTube e acompanhe nossas publicações!

Você também pode gostar

Um comentário em “Renda extra para estudante: saiba como ganhar dinheiro online

Deixe um comentário