Medicina na UFV: detalhes do curso e notas de corte do Sisu

Medicina UFV Viçosa Imobiliária Habitar Sisu 2022
6 minutos para ler

A Universidade Federal de Viçosa (UFV) é mais conhecida pelos seus cursos de Ciências Agrárias, mas com o passar dos anos, a instituição tem se destacado também na área da saúde. Sim, estamos falando do curso de medicina!

A faculdade de medicina é a graduação mais concorrida no Brasil atualmente. Há vestibulandos que passam anos estudando em casa ou em cursinhos especializados, e a média das notas de cortes chega a ser maior que 850 – o que torna um grande desafio para quem pleiteia uma vaga.

Muitos consideram que as chances de passar são mínimas, mas não é totalmente verdade. Devido a essa fama, pouco se pensa sobre a qualidade de ensino das universidades. Entretanto, este cenário tem mudado e os estudantes estão ficando cada vez mais seletivos e críticos.

O que é bom! Pois, apesar do aluno fazer a escola, se não houver oportunidades, o aluno não conseguirá sair do lugar. Em outras palavras, uma universidade com mais recursos e qualidade potencializará a carreira do (a) futuro médico (a), que está só começando.

Por isso, muitas pesquisas são feitas antes de se matricular, e mais pessoas estão produzindo conteúdos sobre. Se você faz parte deste grupo, está no lugar certo, pois neste artigo iremos falar sobre o curso de medicina na UFV, notas de cortes e como a instituição pode te oferecer uma boa experiência nos estudos.

Vamos lá?

Sobre o curso de medicina

O curso de medicina foi implementado na UFV em 2010, mas a decisão de seus Colegiados Superiores foi pleiteada em 2007. Atualmente, são ofertadas 50 vagas pelo Sisu.

E este não é o único na área da saúde que a universidade oferece, os outros são: Enfermagem, Nutrição, Medicina Veterinária, Ciências Biológicas, Bioquímica e Educação Física.

Apesar de ter somente 12 anos e ser um curso relativamente novo, sua estrutura não deixa a desejar. Entre os 177 cursos avaliados pelo Ministério da Educação (MEC) no Brasil, a UFV foi a única a receber nota máxima no Conceito Preliminar de Cursos (CPC).

Estes dados foram divulgados em 2016 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e apresentam os indicadores de qualidade da educação superior, levando em consideração o desempenho de estudantes, infraestrutura, corpo docente e recursos didático-pedagógicos dos cursos.

Essa nota é importante, pois não só diz respeito ao ensino em sala de aula, mas também aos impactos na saúde da população viçosense e região, ressaltando a responsabilidade social como característica mais marcante da faculdade.

O relatório do Inep diz: “trata-se de uma instituição aberta à comunidade, localizada em área carente e com Sistema Único de Saúde (SUS) em desenvolvimento. O curso tem políticas inclusivas, turmas pequenas com inserção no sistema local de saúde, desde o seu início”.

Para a coordenação do curso, a qualidade na formação dos alunos se dá pela presença de professores comprometidos com o ensino médico, além da disposição de uma estrutura institucional com laboratórios bem equipados e médicos responsáveis pelas atividades práticas nos hospitais e ambulatórios – que conduzem os serviços de forma eficiente e humanizada.

Isso porque a universidade tem integração de seus cursos da área da saúde com a gestão local e regional do Sistema Único de Saúde (SUS).

Atividades práticas

A UFV não possui hospital universitário, mas as atividades práticas não são prejudicadas, pois acontecem em múltiplos cenários, tais como: o Edifício da Saúde, no qual se localizam as salas de aula e laboratórios modernos e bem conservados.

Além deste, há a Unidade de Atendimento Especializado (Uaes), com infraestrutura moderna, 32 consultórios e apropriada à assistência da população, em nível secundário – que soma mais de 5 mil atendimentos com uma equipe multiprofissional composta por diversas especialidades clínicas da medicina, além da enfermagem, educação física e nutrição.

A UFV também possui laboratórios voltados para a prática de saúde da mulher e da criança, de agentes patogênicos, morfofisiologia humana.

Ademais, os estudantes contam com programas de bolsas para projetos de Iniciação Científica, Extensão e Ensino, sem contar as bolsas permanência e alimentar para alunos em fragilidade econômica.

Reconhecimento internacional

O Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme), com selo internacional reconhecido pela World Federation for Medical Education, qualificou o curso de medicina da UFV em 2019 pelo sistema de acreditação seguindo padrões internacionais. Foram avaliados 80 itens relacionados ao domínios Gestão Educacional, Programa Educacional, Corpo Docente, Corpo Discente e Ambiente.

Esse reconhecimento é bem significativo, pois além de comprovar que a faculdade atende aos requisitos previamente definidos e que tem competência para realizar o seu papel de modo eficaz e seguro, também abre portas para os estudantes, já que há escolas internacionais que só aceitam estágios e intercâmbios de instituições acreditadas pelo Saeme.

Notas de corte

Como já mencionado, as notas de corte são geralmente altíssimas, devido ao número de pessoas que buscam o curso. Por isso, os vestibulandos estão sempre de olho nas notas dos últimos anos para terem uma noção da concorrência das universidades.

Em outras palavras, as faculdades com maiores notas de corte são as mais disputadas, afinal, precisará de um número de acertos no Enem bem maior.

No Sisu de 2021, o curso de medicina da UFV teve as seguintes notas:

  • Ampla concorrência: 803,20
  • Escola Pública: 797,22
  • Racial: 761,38
  • Escola Pública e 1,5 salário mínimo: 777,88
  • Racial e 1,5 salário mínimo: 747,04
  • PCD (pessoas com deficiência) e 1,5 salário mínimo: 731,82
  • PCD e Esc. Pública: 729,68
  • PCD e Racial: 694,50
  • PCD, Racial e 1,5 salário mínimo: 684,48

Para ver as notas dos anos anteriores, acesso o site da UFV.

Vida de estudante
Você também pode gostar

Deixe um comentário